Procurando uma entrada diferente para seu parque?

Não é preciso ser um grande conhecedor dos temas e assuntos do RCT3 para considerar que a entrada de um parque de diversões é mais do que uma estrutura comum, ao contrário disso, a entrada é a marca que separa a realidade, muitas vezes fria, e a fantasia que povoa qualquer parque de diversões. Isso tanto é verdade que a entrada é um dos pontos que recebe mais atenção daqueles que planejam um parque, uma estrutura que dentre as diversas características a serem atendidas – acesso, informação, organização etc. – tem o estilo, a decoração e o visual como importantes elementos de criação.

 

Sendo assim, não é difícil imaginar os motivos que levam qualquer projetista a definir a entrada de um parque como a estrutura que gerará o primeiro impacto nos visitantes e consequentemente os colocará diante dos temas, das áreas e das principais características do local a ser acessado. Exemplos não nos faltam, podemos citar o Hopi Hari (São Paulo, Brasil), cuja entrada – o Imigradero – envolve o visitante a ideia de que o mesmo cruzará uma fronteira que o levará, como cita o site oficial do parque, a “um país com bandeira, hino, costume, idioma, habitantes e até capital própria”.

 

O mesmo pode ser dito a imponente entrada do Beto Carrero World (Santa Catarina, Brasil), um multicolorido castelo que prepara o olhar do visitante para os diferentes mundos e nações representadas no interior do parque. Dito de outra forma, sua entrada, por um lado aproxima o visitante da realidade das cores, da alegria e da diversão que o esperam, por outro, o afasta da realidade, nem sempre tão colorida e divertida do mundo real, logo, define o momento de separar as realidades e, ainda que seja por algumas horas, marca o momento de optar pela realidade que está além da entrada do parque.

 

Frente a isso, a pergunta que intitula o post é mais do oportuna, sem exagero, diria que a mesma é necessária. Afinal, independentemente do tema escolhido para os parques criados no RCT3, não há como negar que a busca pelo diferente é essencial, os exemplos antes destacados são prova disso. Portanto, pode-se afirmar que um parque somente será considerado completo quando seu projeto incluir uma entrada que faça jus a palavra diferente, ou se preferir, diferenciada.

 

Entradas diferentes (lassoares-rct3)

 

O importante é fazer uma entrada diferente? Sim, ao menos quando iniciamos um projeto. Ainda que seja um esboço ou um pensamento não há como deixar de considerar a influência gerada por uma entrada impactante, uma entrada que seja capaz de ser diferente. Por consequência, a questão passa a ser outra e ao invés de nos perguntarmos sobre a importância de uma entrada diferente devemos questionar: como fazer uma entrada diferente para os parques criados no RCT3?

 

Não há uma única resposta para esta questão, ainda assim, pode-se dizer que alguns CSOs serão úteis para isso, fato que me leva a sugerir a leitura de dois posts do blog que tratam deste assunto: o primeiro que apresenta um CSO exclusivo para park entrances e o segundo que trata de um acessório essencial para qualquer entrada de parque. Mas é possível ir além disso, fazer o download do magnífico pack 10 do Belotto que oferece um dezena de park entrance estructures (apresentadas neste vídeo) ou ainda assistir aos inúmeros vídeos tutoriais disponíveis no Youtube que tratam deste tema, para tanto, digite how to make a good entrance on rct3 e muitas dicas surgirão.

 

Isso é tudo? Não, ainda há algo a dizer, algo que relaciona quatro tópicos: o RCT3, os comentários antes apresentados que destacam a importância de uma entrada de parque diferente, a entrada de um parque real e um CSO que há muito tempo é buscado por muitos jogadores de RCT3. Algo que responde pelo nome de Harakhty-Efteling. Sempre dizem que para bom entendedor meia palavra basta, mas neste caso é preciso escrever mais algumas.

 

Primeiro, Harakhty-Efteling é um CSO de peça única criado em 2008 pelo Harakhty, um designer belga que por muito tempo figurou entre a lista de membros do Atari Fórum. Este mesmo CSO possibilitará em um só clique a recriação da Casa dos Cinco Sentidos (Het Huis van de Vijf Zintuigen). Segundo, a estrutura antes citada é a entrada do Efteling, o fantasioso e mágico parque holandês já reproduzido por muito jogadores de RCT3.

 

Terceiro, a  Casa dos Cinco Sentidos, isto é, a estrutura central do Efteling é um dos melhores exemplos para ilustrar uma entrada diferenciada, pois trata-se de uma enorme estrutura coberta por um telhado de palha que forma um desenho curvo com 5 pontas (faça um tour virtual no parque tendo esta estrutura como ponto de partida), sendo que as 4 principais pontas representam cada um dos mundos presentes Efteling. Portanto, assim como dito na parte inicial do post, trata-se de uma entrada que envolve o visitante a ideia do parque e igualmente marca a fronteira entre as realidades que existem dentre e fora do mesmo.

 

Quarto, este incrível CSO nos permitirá dar uma resposta satisfatória a pergunta que dá nome ao post: Procurando uma entrada diferente para seu parque? Então, faça o download do Harakhty-Efteling do Harakhty, extraia o arquivo e posteriormente recorte e cole a pasta Harakhty-Efteling na pasta Style/Themed do RCT3 e está pergunta poderá ser riscada de sua lista. A imagem abaixo (elaborada durante o teste do CSO) fala por si.

 

Harakhty-Efteling (Harakhty) lassoares-rct3

 

Em suma, não procure mais pelo Harakhty-Efteling do Harakhty e igualmente, pelo menos por enquanto, não se preocupe com a pergunta que intitula o post, pois, sem dúvida, este CSO lhe dará uma entrada que vai além do diferente, uma entrada visualmente bonita e impactante, como mostram as imagens postadas pelo Imagineer1607 no thread apresentado no RCTLand Forums.

 

Espero que aproveitem e até a próxima.

 

Lassoares Set./2012

0 comentários:

Postar um comentário

Lassoares-rct3

ANO IV