DasMatze Industry Age: sem novidade …

Se fossemos dar continuidade a frase que intitula o post teríamos, ao menos, duas opções e, consequentemente, duas formas de encarar o post de hoje. A primeira frase seria algo como: DasMatze Industry Age: sem novidade mesmo, afinal esse CSO já é antigo, já o instalei e não me interessa. A segunda teria um tom distinto e viria na forma de um questionamento carregado de curiosidade: DasMatze Industry Age: sem novidade? Então porque falar disso no blog? Há algo que eu ainda não saiba?

 

Pois é, a verdade é que o RCT3, ou melhor, os designers, os sites e os centenas de milhares de bites de informações do mundo do RCT3, por vezes, nos surpreendem com novidades (que nem sempre são novidades para todos), afinal há diferenças que passam desapercebidas por nossos olhos. Como todos sabem, o DasMatze é um designer de CSOs e CTRs de mão cheia e suas criações povoam a pasta style/themed da maioria dos jogadores de RCT3 espalhados pelo mundo. Além da qualidade das texturas e da modelagem, as peças dos CSOs criados pelo DasMatze são sempre funcionais, numerosas e flexíveis, pois combinam com vários tipos de cenários. Em suma, dizer que seu trabalho é excelente e que está entre os melhores da história do RCT3 não é nenhuma novidade.

 

Entretanto, já faz algum tempo que o DasMatze não aparece nos fóruns e sites especializados, sem contar o surpreendente desligamento do DasMatze Island, o site desenvolvido pelo próprio DasMatze, que guardava suas criações e nos mantinha informados sobre seu trabalho. Quando não liámos nada por lá, invariavelmente, o designer alemão escrevia suas linhas nos fóruns ou, pela mão de outros jogadores, era tema de threads e posts. Alguns dirão: até agora nenhuma novidade, todos sabem que o DasMatze anda sumido e que seu site está off-line. O que isso tem a ver com o Industry Age – um dos principais CSOs do DasMatze?

 

 

 

DasMatze Industry Age I (DasMatze) lassoares-rct3

 

 

Me explico fazendo uma pergunta: onde você baixava os CSOs do DasMatze? A resposta mais comum para esta questão é: no próprio site do autor, ou seja, no DasMatze Island. Não só concordo, como também aprovo esta resposta, afinal sempre é melhor baixar um CSO da fonte indicada e mantida pelo criador. Entretanto, todos sabemos que o DasMatze tinha o hábito de oferecer seus CSOs em duas opções de download, uma com arquivos compactados (.zip) e outra por meio de instaladores (.exe) que faziam todo o trabalho de colocação no RCT3. Resulta que um destes arquivos, mais especificamente, o Industry Age não vinha completo, ou seja, quando instalado deixava 2 ou 3 pastas de arquivos de fora.

 

A bem da verdade, não sei dizer o motivo, mas tenho certeza do que afirmo, já que somente há pouco mais de um mês descobri isso. Como dito, sempre tive o site do DasMatze como referência e quando encontrava seus sets em outros endereços sequer me preocupava em verificar. No entanto, quando via algumas fotos de parques e cenários que usavam o Industry Age percebia que nem todas as peças demonstradas estavam na pasta do arquivo que eu havia baixado do site do DasMatze. Então, voltava ao endereço mantido pelo designer e testava tudo outra vez. Sem sucesso, pensava que se tratava de uma versão antiga e, portanto, me conformava em não conseguir.

 

Passado um tempo, em uma de minhas andanças pelos endereços que tratam do RCT3, verifiquei que mesmo depois do fim do site do DasMatze ainda era possível encontrar seus CSOs em dois endereços: no rct-3.org (postado por terceiros) e no antigo (portanto, não mais atualizado) rct-net.de. E em qualquer um destes dois endereços o Industry Age é composto por 5 pastas, diferentemente da versão antes existente no site do autor que vinha, no máximo, com 3 pastas.

 

Com dito, se fossemos dar continuidade a frase que intitula o post teríamos duas opções e consequentemente duas formas de encarar o post de hoje. Uma sem qualquer novidade, afinal isso já era sabido. Outra, absolutamente distinta, pois para muitos, a exemplo do que ocorreu comigo, a existência de outras pastas deste CSO pode ser descrita de diferentes formas, menos como algo sem novidade. Sendo assim, sem mais demora escolha ou descubra como você complementará a frase que intitula o post.

 

Para tanto, observe na imagem abaixo algumas das peças de cada um dos 5 arquivos do DasMatze Industry Age e compare ao que você tem em sua pasta style/themed. Lembre-se que ao menos dois dos arquivos destacados já devem estar entre seus arquivos, portanto, veja atentamente cada um deles para evitar confusões. Para facilitar siga a seguinte legenda:

 

(1) DasMatze_IndustryAgeAdditions, (2) DasMatze_IndustryAgeDefault, (3) DasMatze_IndustryAgeNonRusty, (4) DasMatze_IndustryAgeObjects e (5) DasMatze_IndustryAgeRusty

 

 

 

DasMatze Industry Age (DasMatze) lassoares-rct3

 

 

Então, qual é o complemento da frase que dá nome ao post? Para aqueles que perceberam que há algo de novo, sugiro que baixem as pastas faltantes no rct-net.de, elas estarão em dois links, um do arquivo (.zip) dasmatze_industryage e outra do arquivo (.zip) DasMatze_IndustryAgeAddits. Extraia as pastas e depois coloque-as, conforme sua seleção, na pasta style/themed.

 

Espero que tenham gostado desta novidade (ou ao menos desta informação) e até a próxima.

 

Lassoares Nov./2011.

4 comentários:

zeze disse...

Ei lassoares, aproveitando do DasMatze que anda meio sumido:
Você poderia, se tiver é claro, me passar o DasMatze M&P Coal Mine? É muito difícil de achá-lo.

Lassoares disse...

cara, no link abaixo tem todos CSOs do DasMatze. não fui eu que criei mas já testei e foi tudo bem. Até mais.

http://www.mediafire.com/?epvhjcqjs0bwa03

zeze disse...

Obrigado Lassoares, eu estava precisando muito porque minha próxima recriação é da Maverick do Cedar Point e que vou fazer mês que vem.

Lassoares disse...

zeze: de nada depois vejo como ficou no blog, até mais!

Postar um comentário

Lassoares-rct3

ANO IV