FD7 e FD7 Fly Away, não parece ser coincidência!

Olá a todos, depois de alguns dias de absoluta falta de tempo para me dedicar ao fascinante universo do RCT3 e de muito trabalho, consegui voltar as trincheiras da diversão e consequentemente retomar os testes de CSOs, CFRs e CTRs que diariamente ocupam mais e mais espaço nos fóruns e sites dedicados ao RCT3. E minutos depois de retomar minhas visitas me deparei com uma criação que há algum tempo já vinha sendo anunciada no shyguyworld e que, sem exagero, já se mostrava bastante especial.

 

Me refiro ao novo trabalho do FD7 ou se preferirem do FlyingDutchman7 que desde os países baixos, mais precisamente da Holanda, tem constantemente nos presenteado com inúmeras criações. No entanto, desta vez, este jovem designer holandês parece ter apresentado aquele que, pelo menos até o momento, considero seu melhor trabalho e de quebra, nos deixou uma pergunta que, mesmo sem ser essencial, é interessante: o apelido FlyingDutchman7 (FD7) é uma simples escolha ou revela uma paixão ou um interesse particular deste habilidoso designer?

 

Antes que alguém questione a importância disto, é valido lembrar que tal pergunta se deve ao fato de que a nova criação do FD7 se chama FD7 Fly Away, isto é, trata-se de um trabalho inteiramente dedicado aos aviões, aos voos, a aviação etc. justo o que seu criador parece trazer como uma marca em seu nome. Sendo assim, fica a pergunta sobre o nome adotado pelo designer e por consequência fica sobre a relação entre o tema de seu atual trabalho e sua suposta marca, pois como se verá o  FD7 Fly Away parece não ser um simples trabalho, mas sim um resultado carregado de dedicação, algo que só fazemos quando nos envolvemos com um tema que muito nos interessa e fascina.

 

 

 

Fly Away ... (lassoares-rct3)

 

 

Dito isso, vamos ao que interessa, vamos aos resultados do FD7 Fly Away – um CTR e um CSO – que transformará o RCT3 e seus peeps em verdadeiros “voadores”. Portanto, prepare-se para dois possíveis usos do termo voar, o primeiro será visto em movimento, mais especificamente em voo sobre os trilhos invisíveis do Revolutionary Rides que pelas mãos do FD7 recebeu 8 aviões de diferentes proporções e texturas que transitarão pelos ares do RCT3. O segundo, ainda que sem movimento, converte os mesmos aviões presentes no CTR em objetos de cenário que tornarão possível a montagem de um verdadeiro aeroporto com dezenas de aeronaves.

 

Em suma, um CTR com 8 opções de aeronaves e um CSO com 10 modelos base de aviões, cada qual preparado em 5 diferentes posições que incluem standing e standing diag (avião parado, com trem de pouso), departing e departing diag (avião em posição de alçar voo, com trem de pouso) e flying (avião em voo, sem trem de pouso) e em diferentes equipamentos, isto é, um mesmo modelo base, a exemplo do avião com a textura e logomarca da United Airlines foi desenvolvido com a modelagem do Boeing 747 e do Boeing 757. Assim, este mesmo item terá 2 opções de equipamento e 5 posições, o que proporcionará 10 diferentes escolhas.

 

Desta forma, não é exagero considerar que o FlyingDutchman7 seja verdadeiramente interessado no tema, bem como não é descabido imaginar que seu nome não seja uma mera coincidência. Como dito, o trabalho por ele desenvolvido oferece muitas opções de uso, portanto seja o CTR com 8 modelos de aeronaves, seja o CSO com 10 tipos base de aviões (alguns deles destacados na imagem abaixo – extraída e adaptada da foto postada pelo próprio designer no shyguysworld) parecem atestar que a quantidade de escolhas é um dos principais pontos fortes do FD7 Fly Away, assim como atestam seu particular fascínio pelo tema.

 

 

 

FD7 Fly Away CSO (FlyingDutchman7) lassoares-rct3

 

 

Mas isso não é tudo, pois a qualidade é igualmente um adjetivo aplicável ao FD7 Fly Away. Em parte, isso pode ser visto na imagem abaixo (igualmente extraída e adaptada da foto postada pelo próprio designer no shyguysworld) que mostra um dos modelos presentes no CTR em pleno voo. Esta mesma qualidade de modelagem e textura será encontrada nos modelos estáticos presentes no CSO. A meu ver, há apenas um ponto que mereceria uma revisão do FD7, a saber: o número de ocupantes nos 8 modelos de carros do CTR, pois infelizmente os mesmos carregam apenas 1 peep por passeio. No demais, palavras como realismo, qualidade e quantidade parecem ser exatas para descrever o FD7 Fly Away.

 

 

 

FD7 Fly Away CTR (FlyingDutchman7) lassoares-rct3

 

 

Por fim, sugiro que baixem o FD7 Fly Away e confiram o excelente trabalho deste designer. Para instalar, extraia o arquivo baixado (nele estarão as pastas do CTR e do CSO) e primeiramente recorte e cole a pasta FD7Fly away set na pasta Style/themed do RCT3, nela estarão todos os modelos de aviões estáticos antes citados. Na sequência, abra a pasta Tracks e recorte e cole a pasta CTR_FD7FlyAwaySetTrack na pasta tracks/TrackedRides do RCT3, lembre-se que o CTR necessita do Invisible Track para funcionar, caso não o possua, clique neste link e veja como proceder. Por fim, abra a pasta Cars e recorte e cole os 8 arquivos na pasta Cars/TrackedRideCars do RCT3. Agora, só resta voar.

 

Espero que gostem e até breve.

 

Lassoares Maio/2012.

4 comentários:

Chehoud disse...

(Guichevic do RCheT)
Fala Lassoares !
Eu vi esse CSO no RCT-3.org e achei muito interessante também.
Quase postei ;D
Ainda não tive tempo de testar, mas agora que foi publicado aqui no seu blog creio que é um CSO de boa qualidade e eu vou gostar, inclusive esse post ta linkado para o LdS 13..

Eu vou abrir uma páginas com links de tutoriais úteis e queria saber se não tem problema de colocar alguns links para tutoriais do seu blog.

Abraços.

Rafael disse...

Caro Amigo Lassoares...Venho aqui avisa que o blog Rasb RCT3 Expertion esta Fechando Por que estou sem tempos...Peço desculpa pelo seu trabalho de posta meu blog aki no seu....até mais....Talvez eu deixe Minhas Novidades em Algum Blog...foi bom ser seu parceiro..até

Lassoares disse...

Guichevic: Fala parceiro! é bom mesmo, o cara é fera! e valeu pela confiança! então quanto a sua pergunta: é claro que pode, é sempre um prazer contribuir com os parceiros. Fique a vontade. Depois me mande o link para eu visitar também! Até mais!

Lassoares disse...

Rafael: poxa cara que péssima notícia! mas eu entendo, manter um blog é por vezes complicado e toma muito tempo mesmo. De qualquer forma torço para que você se mantenha ativo no RCT3 e manterei (pelo menos por enquanto seu link), vai ver você resolve voltar! E se quiser mandar notícias para mim, divlgarei com prazer, me fale em que vc está pensando e conversamos para ver como fazer, o lassoares-rct3 está aberto para parceiros! Boa sorte e até breve!

Postar um comentário

Lassoares-rct3

ANO IV