SPEntrevista: Ckef

Inúmeras razões podem ser listadas para convencer alguém a ler atentamente um post como o SPEntrevista, dentre elas, o nome do entrevistado, a coleção de sets e de outras criações associadas ao mesmo etc. No entanto, nem sempre essas razões são suficientes e, por vezes, deixamos de lado as respostas que se acumulam em uma entrevista.

 

A expectativa é que desta vez isso não ocorra, pois a oitava edição do SPEntrevista oferece motivos que ultrapassam o nome ou as criações do entrevistado, razões estas que podem ser resumidas em algumas palavras: sinceridade, opiniões inteligentes e, sobretudo, idéias alternativas para pensar e agir no mundo do RCT3. Estas palavras, cada qual em seu momento, sintetizam as respostas deixadas pelo Ckef, o feliz criador de sets como os clássicos e únicos Rock Side Lagoon Set (um dos CSOs mais baixados pelos jogadores de RCT3), Beach Set e Tropic Detail Pack (igualmente essenciais na lista de CSOs de qualquer bom player).

 

Falar sobre o Ckef é fácil, basta lembrá-los das criações citadas e de seu site, já apresentado em um post de Julho de 2011 que destaca os novos parceiros do blog. Ou simplesmente destacar o fato de ser um entrevistado que tem uma ampla capacidade de responder as perguntas feitas sem cair no comum, no tradicional e no básico universo das respostas prontas.

 

Em suas respostas, passaremos pelo início de sua história com o RCT2, pela particular descrição do RCT3, pelas dicas e pelas opiniões sobre a criação de CSOs, pelo olhar atento a respeito da influência dos CSOs no RCT3 e ainda passaremos pelas palavras que defendem a imaginação livre que nos mantêm ativos no RCT3.

 

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) I

 

 

Assim sendo, as palavras do Ckef merecem ser lidas, pois além do nome e da coleção de sets criados – razões por si só suficientes para ler atentamente o SPEntrevista deste mês – suas respostas definem a verdadeira razão para ler as inúmeras palavras dispostas neste post. Sem mais voltas vamos as perguntas e respostas de mais um SPEntrevista, vamos as idéias e opiniões do Ckef.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) II

 

 

Olá, vamos começar falando um pouco sobre sua história na série RCT. Quando você começou a jogar RCT? E o que chamou sua atenção no começo?

Pouco antes do lançamento do RCT2 eu observei que meu irmão jogava este jogo incrível que permitia a criação e o gerenciamento de seus próprios parques. Essa é, praticamente, a única razão que me levou a jogar a série. Segui jogando apenas porque naquele momento era minha única saída criativa. Os parques que criei no jogo eram enormes e eu ficava realmente orgulhoso deles, até encontrar os fóruns. Eu ficava surpreso com os CSOs apresentados nos fóruns e me envolvi com isso, mas não por muito tempo, até que o RCT3 saiu. A comunidade de criadores de CSOs para o jogo é enorme. Eu tenho toneladas e toneladas de sets para usar. E pensei: por que não criar um CSO próprio? Ser capaz de criar meus recursos e usá-los para criar meus parques (e ainda mais, apenas parques com temas específicos), realmente foi a razão que me manteve jogando.

 

Hi, let's start talking about your history on RCT. When did you start playing RCT? What caught your attention?

Just before RCT2 came out. I noticed my brother played this awesome game where he could create his own parks and manage them. That’s pretty much the only reason I began playing the series. I stickled to it just because it was my only creative outlet at the time. The parks I created in the game were enormous and I was genuinely proud of them, until I found the forums. I was amazed by all the CS on the forums and kind of got into it, but not as far, until RCT3 came out. The CS community for the game is enormous. I got tons and tons of sets to work with. And thought, “Why not create our own?”. Being able to create my own attributes and using them to create my own theme parks (and even more then just theme parks), really was the soul reason I kept playing the game.

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) III

 

 

Quatro letras: RCT3. Como você o descreve?

Para mim RCT3 não é realmente um jogo, mais sim uma plataforma para construir o que eu quiser. É uma ferramenta para criar mundos próprios mais ou menos interativos que logo estarão cheios de visitantes. E a existência dos CSOs apenas faz disso uma “caixa de areia” (um espaço para a livre para criação) com uma enorme quantidade de objetos à sua disposição.

 

Four letters: RCT3. How would you describe it?

RCT3 for me is not really a game, more a platform to build whatever I want. It’s a tool to create your own more or less interactive worlds which will then be populated by guests. And the fact that CS exists just makes it a sandbox with a massive amount of objects at your disposal.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) IV

 

E a criação de CSOs? Quando você começou? Como você aprendeu?

Como antes mencionado, eu fui tropeçando nos fóruns e me perguntando como as construções eram criadas de forma tão fantasiosa. Quando eu entendi o que era e como era feito, eu simplesmente comecei a criá-los. Isso é, apenas como uma criação de meu pensamento, eu acho. Honestamente, eu não sei exatamente como aprendi, acho que foi “fuçando” na internet nos tutoriais para usar o Importer. E surpreendentemente não acho difícil fazer o Importer funcionar. Somente fico confuso com as configurações de animação e de flags (estrutura de dados da criação). A peça chave de meus CSOs é provavelmente a tendência que tenho de fazer tudo tão perfeito quanto possível, embora eu saiba quando parar. Leva um tempo para criar um objeto com boa aparência, mas para aqueles que têm o básico para configurar um CSO (que é o Importer, um bom modelo para construir e uma pilha de texturas) basta deixar fluir, como se fosse “me deixa levar”.

Se você tem planos para criar um CSO próprio, provavelmente é importante notar que não há uma única maneira de fazê-lo. Lembro-me que apenas segui os fundamentos básicos para criar um CSO, como importar um objeto, como os flags (estrutura de dados da criação) funcionam (por exemplo, como criar um banco), o resto eu só descobri fazendo.

 

And the CSO creation? When did you start? How did you learn?

As mentioned above, I just stumbled across the forums wondering how on earth they created all those fancy shaped buildings. When I understood what it was and how it was made, I just began creating them myself. That’s just how my brain works I guess. I honestly don’t exactly know how I learnt it, I think by just scouting the internet for tutorials for the importer. And surprisingly I didn’t find it hard to make it work at all. Only when animation and flag settings kick in I get confused.

The key to my actual useable sets is probably that I have this tendency to make everything as perfect as possible, though I know when to stop. It takes a really long time to create a good looking object, but ones you got the ‘framework’ set up (which is just the importer, a good structure to build and a big pile of textures) you just kind of go with the flow.

If you’re planning on creating CSO yourself, it’s probably worth noting that there is not one way to do it. I recall I only followed the real basics of it all, how to import a object, how flags work (e.g. how to create a bench), the rest I just figured out myself.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) V

 

 

Para muitos o uso de CSOs faz do RCT3 um jogo diferenciado, pois permite que os jogadores façam novos cenários e desenvolvam novas idéias. Você concorda?

Eu concordo, CSOs mudam o jogo. Na verdade eu penso que é um pouco arrogante dizer que os CSOs não mudam o jogo. Ele simplesmente muda, quer você goste ou não. Mas a forma de usar os CSOs depende completamente de como você deseja jogar, essa é a questão a ser discutida. Algumas pessoas podem preferir o “vanilla RCT3” (jogo original sem expansões ou CSOs), alguns preferem usar um CSO para ter apenas um “pequeno extra”. Eu prefiro usar os CSOs, a ponto de quase ignorar o jogo original. Neste momento eu quase não uso mais os objetos “vanilla” (originais do RCT3), todos esses CSOs você vê em meus parques. Então, sim, eu penso que os CSOs são “modificadores de jogo”, eles me permitem desenvolver novas idéias em projetos verdadeiramente completos que realmente seguem a idéia inicial.

 

For some people, use custom scenery makes RCT3 a different game, that allows the gamers to make new cs and develop their ideas. Do you agree?

I definitely agree, custom scenery does change the game. Actually I think it’s more or less arrogant to say CS doesn’t change the game. It simply does, whether you like it or not. But how you go about using the CS completely depends on how you want to play the game, that’s what the discussion is about. Some people may prefer vanilla RCT3, some prefer simple CS just to have that little extra. I prefer it all the way CS, almost ignoring the original game. At the moment I almost don’t use any vanilla objects anymore, it’s all CS you see in my parks. So yes, I do think CS is a game changer, and it does allow me to develop new ideas into full blown projects, which actually follow the initial idea.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) VI

 

 

E se dissessem que a continuidade do RCT3 depende da criação continua de CSOs, CTRs e CFRs. O que você pensa sobre isso?

Mas do que já está feito? Acho que não, os atuais CSOs são suficientes para criar o que eu quero. Ainda que um novo CSO seja sempre bom, eu não acho que precisamos de novos objetos, ainda que, obviamente, os queremos. ;)

 

And if someone says that RCT3 needs new CSO to continue. What you thing?

Even more then it already has? I suppose not, at least not for me, all the current CS is enough for me to create what I want. Although new CS is always nice, I don’t think we need new objects, though of course we want them. ;)

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) VII

 

 

Vamos falar sobre isso: RCT4 – você tem algo a dizer?

A única coisa que tenho para dizer é: parem de pensar que o RCT4 nunca chegará. Eu acho que nunca. Bem, de alguma forma já existe, disfarçado como Thrilville. Mas eu não acho que nunca vai ser uma verdadeira seqüência da série. No futuro haverá muitos jogos baseados no RCT3 e gostaria muito de vê-los e jogá-los. Mas, eu acho que a comunidade sempre vai se manter apegada ao RCT3.

 

Let's talking about this: RCT4 - do you have something to say?

The only thing I have to say is, stop thinking a RCT4 will ever come. I think it will never. Well, in a way it already has, disguised as Thrilville. But I don’t think there will ever be a true sequel to the series. There may be games which are based on RCT3 in the future, and I’d love to see them and play them. But I think the community will always stick to its trusty RCT3.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) VIII

 

 

Qual é seu CSO favorito? Por quê?

Ainda são os CSOs semelhantes ao Shyguy’s sets e Old Spice’s trees e um monte de outros conjuntos de árvores (não me lembro dos nomes agora). A razão é que eles realmente revolucionaram o jogo. Esses são os elementos essenciais de uma construção padrão ou de uma paisagem. Você pode pensar que há muitos conjuntos impressionantes espalhados por aí, eu gostaria de concordar e concordo, há muitos sets impressionantes e fabulosos que são simplesmente incríveis por aí. Mas os conjuntos essenciais como o Shyguy’s sets é o que me permite colocar minhas idéias no RCT3. Todos outros conjuntos impressionantes também pertencem aos meus favoritos, mas seu uso se limita a algumas construções.

 

What are your favorite CS? Why?

It’s still sets like Shyguy’s sets and Old Spice’s trees and a bunch of other tree sets (can’t remember all the names right now). The reason is that they really revolutionist the game. Those are the very essentials of your average building or landscape. You may think that there are lots of awesome sets out there I should like, and I agree, there are a lot of awesome and fabulous sets out there who are just too incredible to see. But those essential sets like Shyguy’s are the reason I can get my ideas build in RCT3. And all those other awesome sets belong to my favourites as well, but they merely take a leading role in my builds.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) IX

 

 

Você tem algum processo para a criação? Conte-nos?

Sim, eu tenho. Não me lembro exatamente como eu fiz os CSOs, mas eu tenho uma maneira fazer as tarefas relacionadas a criação de CSOs. Passo a passo: provavelmente eu sempre ignoro o primeiro passo, "a idéia" (ou algo assim). Minhas idéias simplesmente saem do nada e estão em toda parte, simplesmente o que eu estava pensando no momento. Então eu começo a pensar (não escrever) como eu gostaria que fosse o modelo básico do conjunto, como eu dividiria as diferentes partes etc. Feito isso, eu começo a pensar nos objetos que necessito, como será o posicionamento, a interação entre os objetos. Simplesmente começo a criar o que eu sinto.

Eu nunca anoto, o que funciona melhor para mim é apenas criar tudo o que está na minha cabeça no momento. É como se eu estivesse limpando partes da idéia e eventualmente montando tudo junto. Com meu CSO Rock Side Lagoon, eu comecei a criar um monte de paredes e telhados. A partir dessas peças eu notei que precisava de peças mais específicas e pequenas conforme minhas necessidades. Então comecei a criar peças aleatoriamente como os bancos, as luzes, os billboards e tudo mais.

Basicamente, eu sempre divido a idéia em idéias menores e depois as produzo individualmente. Já no final da criação eu começo a ver como eu vincularia as peças. Como outros projetos de CSOs. Sobre os parques, eu realmente não tenho uma maneira para fazê-los. Eu apenas faço tudo o que eu sinto aleatoriamente, e eles se formarão.

 

Do you have some process to create? Tell us?

Yes I do. I don’t exactly recall how I did the CS, but I did have a certain way to do everything CS related. Step wise, I probably always skip the first step, “the idea” (or something). My ideas purely come out of nowhere and everywhere, just where I was thinking about at that moment. Then I just start thinking (not writing) how I would like the basic lay out of the set, how I will divide it into different portions etc. When that’s done, I begin thinking what objects I need, how will the placement be, do they need to interact with each other. And I just start creating what I feel like.

I never write anything down, it works best for me to just create whatever is in my head at the moment. It is as if I am clearing out portions of the idea, eventually piecing everything together. With my Rock Side Lagoon set, I began creating a bunch of walls and roofs. On the way doing it noticed I needed more specific and smaller pieces to fit my needs. Then I just started creating all the random attributes like benches, lights, billboard and what not.

Basically, I always divide the idea in smaller sub ideas, and work them out individually. Near the end of the creation I start to see how I would link them together. As for other projects then CS. Like parks, I really have no way in doing it. I just randomly do whatever I feel like, and it will piece itself together.

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) X

 

 

Qual é seu principal objetivo quando você cria um CSO?

Meu principal objetivo pode surpreendê-lo. Mas, eu crio meus sets simplesmente para meu uso. Tenho a tendência em criar tudo a partir de uma base comum (ou seja, construir um pacote reutilizável para uma plataforma específica (Eu acho que na realidade é uma palavra de programação)) assim o set acaba sendo útil para todos. Enfim, basicamente tudo que eu criei e o que criarei tem meus projetos como propósito. Eu raramente faço posts sobre meus projetos (na verdade, só postei sobre o Rock Side Lagoon Set, há um bilhão de anos atrás), mas pode confiar, eles estão lá.

 

What's your main goal when you create a CS?

My main goal, may surprise you. But I create my sets purely for my own use. I have the tendency to create everything library-like (that is, a reusable package build for a specific platform (I guess, really it’s a programming word)) so it ends being usable for the community. Anyway, basically everything I created and will ever create has a direct purpose for one of my projects. I rarely post my projects (actually, I only posted Rock Side Lagoon, a billion years ago), but trust me, they are there.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) XI

 

 

Mudando de assunto: Vídeos, CFRs, CTRs, CSOs etc. Existem muitos sites para visitar e encontrar essas coisas. Você tem uma lista de 5 favoritos?

Uma lista de 5 sites favoritos? Eu não me mantido ativo no último par de décadas, mas eu acho que eu posso fazer uma lista rápida dos sites que eu mais visito. Observe que provavelmente você já os conhece ;) (se não os conhece, você não foi ativo ou provavelmente está escondido em uma caverna): shyguysworld, rctlounge e rct-net. Nada “RCT3-ish”, mas se você estiver procurando inspiração, isso ajudará.

Realmente não verifico muito sites. Eu tenho me envolvido no desenvolvimento de jogos reais e ando ocupado com um projeto sobre isso, assim que eu realmente não estou seguindo mais a comunidade RCT3. ;)

Changing the subject: Videos, CFRs, CTRs, CSOs etc. There are many sites to visit and find these things. Do you have a Top 5 list of favorites?

A top 5 list of my favourite sites? I haven’t been active for last couple of decades, but I guess I can make a quick list of my most visited sites. Note you probably already know them ;) (if not, you haven’t been active at all, or you’re most likely hiding in a cave): shyguysworld, rctlounge and rct-net. Nothing RCT3-ish, but if you’re searching for inspiration, this will help.

Really I don’t have that much sites to check. I’ve rolled into actual game development, and I’m bussy with a project concerning that, so I’m not really following the rct3 community anymore. ;)

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) XII

 

 

A última: diga algo para os jogadores de RCT3.

Sinta-se orgulhoso de sua comunidade, não estrague pondo "spans" em toda parte. Com uma boa pesquisa no Google você será capaz de fazê-lo sozinho, seja o que for. Além disso, esteja atento a comunidade e a seu poder. Sem você, o RCT3 não existiria mais.

 

Last one: say something to the RCT3 gamers.

Be proud of your community, don’t ruin it by spamming all over the place. With a good Google search you will be able to do it yourself, whatever it is. Also, be aware of the community and its power. Without you, RCT3 wouldn’t exist anymore.

 

 

 

SPEntrevista Ckef (lassoares-rct3) XIII

 

 

Esperamos que tenham gostado e até a próxima entrevista.

 

Rafa/Lassoares Ago./2011.

6 comentários:

Thyago disse...

Muito legal , adoro entrevistas , mas queria perguntar se você poderia ajudar a fazer parte do abaixo assinado para termos o RCT4 : Queremos RCT4 !!!

http://queremosrct4.blogspot.com/

PS : Por Favor , se puder , publique
Obrigado !!! ;D

Legofla disse...

Tenho vários sets dele, me pareceu uma pessoa de bem com a vida e que realmente ama o RCT, é sempre bom a gente conhecer um pouco mais que nos ajuda. E ele assim como os outros criadores ajudam e muito, nós jogadores a sempre inovar em nossos projetos. Obrigado :D

Rafa disse...

Perfeito!
Ah, Lassoares, se você falar com ele denovo, manda parabéns pelo design no site dele =D

Lassoares disse...

Thyago: que bom cara! pode deixar que farei isso e assim que começar o mês divulgo para todos.

Lassoares disse...

Legofla: tenha certeza que ele é muito gente boa, sinceramente foi o SPEntrevista mais legal, o cara mandou muito bem!!!

e então como andam os projetos? Ah! não me esqueci do review, só preciso de tempo, mas farei.

Até mais!

Lassoares disse...

Rafa: faço coro! e pode deixar que direi!

Postar um comentário

Lassoares-rct3

ANO IV